novos companheiros

Normalmente quando passamos de 1 ano de trabalho em um departamento não tão grande, as relações com os coworkers fica um tanto quanto desgastada. Duas coisas podem acontecer, fala-se menos com eles ou já tá tão íntimo que as baixarias consomem oito horas e quarenta e oito minutos de segunda à sexta-feira. Agora se você dormiu com alguém da sua sala… bom, duas coisas podem acontecer também, fale-se menos com essa pessoa, ou os dois já são bem putos e ficam mais íntimos e as baixarias consomem oito horas e quarenta e oito minutos de segunda à sexta feira, mais happy hours, mais boate e barzinho, mais aquele churrasco em chácara que toma o final de semana todo.

 

Enfim, voltemos ao foco. Apresento-lhes meu dois novos companheiros de trabalho, que me ajudam na hora de loucura maior.

090128_

Não que eles curem qualquer disturbio que me dá, mas eles me escutam e ouvem minhas reclamções, apelos e gritarias desesperadas por soluções. 

Herbert e Max. Prazer. Os paper toys ficam bem ao lado do meu monitor, Herbert Emmett é o de óculos com a paleta de cores na mão. Com certeza o mais weird and freak que viaja e tem ansiedade extrema. Maximus Knada faz a banca de bonitão e é o pé no chão com seu profissionalismo e tranquilidade. Sempre com o briefing na mão e com idéias escondidas na manga, ou melhor, na pasta LV.

Se quiserem podem adicioná-los no MSN, Orkut, MySpace e Facebook.

Anúncios

About this entry