rápido e furioso

Os últimos dois dias – o começo da semana – eu percebi algumas coisinhas. Como por exemplo: terça-feira pode ser pior que a segunda? É uma pergunta de dois gumes… difícil decidir qual a mais chata.

Horário de verão com horário de verão é uma coisa: oito e pouquinho da noite ainda estava claro. Congestionamento com sol ardido no pé da orelha onde nenhum quebra-sol consegue te proteger.

Mas enfim, era noite “noite” quando passei pelo meu quarto e assustei com a lua bem em cima da minha sacada. Nunca a vi tão grande (tão próxima) e com aquele brilho mais amarelinho, rapidamente peguei minha filmadora que não ligou por falta de bateria. Até da reserva… Coloquei para carregar e assisti um bloco na TV, quando voltei – uns 10 minutos depois – a Lua havia se distanciado substancialmente. Perdi o momento.

Mesmo assim peguei a filmadora, mas só para passar mais nervoso. Não consegui, mesmo usando um monte de combinações de efeitos, filmar a lua como eu via. Camera fotográfica profissional eu também não tenho e fui obrigado, novamente, a ficar com a imagem da lua na minha sacada somente como lembrança.

Neurônios… não morram.

Anúncios

About this entry