bom dia

Como é bom um dia. Mesmo segunda-feira. Bom é o dia que fazemos após ontem.

Bom é viver bem. Ver coisas novas, situações diferentes, correr atrás de bicho, ralar escapamento na estrada de terra e nadar de cueca.

Bom é não ter medo. Se arriscar chorando, mas com determinação, dar bafão, arriscar um prato novo na cozinha e arrotar na cara da amada.

Bom é gostar. Trabalhar com o que gosta tanto profisionalmente quanto nas atividades em tempo livre, não deixar os compromissos te consumirem.

Bom é acordar, se espreguiçar, apertar e dormir de novo. Bom é sentir cheiro do cabelo na nuca, apertar bumbum, trocar de canal, rir do ridículo e rir da risada ridícula que você acabou de deixar escapar.

Bom é fazer periquito falar seu nome, correr de vaca, brigar com mosquito. Bom é pão de alho no começo de churrasco e bexiga cheia em aniversário.

Bom é o celular com camera para flagrar o que nossa mente possa esquecer daqui a 10 anos, ou ligar para dar bronca do atraso e pedir pra vim pro abraço.

Bom é não fugir da briga porque sem discussão significa que não vale a pena e vai-se embora o crescimento. Bom é brigar fazendo coceguinhas e deixar marca no pescoço.

Bom é ser bom em alguma coisa, ver seu time ganhando, gritar sua música favorita em um estádio cheio de loucos iguais a você.

Bom é amar e ser amado. Quantidade não importa, bom é ter pelo o menos uma pessoa bem ao seu lado. Ela já é o suficiente. Bom é ser você mesmo do jeito que você bem entender, mas não a ponto de ser egoísta com as outras pessoas.

A todos vocês, muito bom dia.

Breno Pires

Anúncios

About this entry